Follow by Email - Suivre par Email

dimanche 20 juillet 2014

CARNAVAL TROPICAL DE PARIS 2014 ( 5 DE JULHO) . A COMUNIDADE CABOVERDIANA DE PARIS DESFILOU.


 
A comunidade caboverdiana de Paris como todos os anos participou no Carnaval Tropical de Paris 2014, no passado dia 5 de Julho corrente, e aproveitou para lembrar que esta data é também memoràvel para os caboverdianos pois é a comemoração da independência do nosso Paìs.
Desde sete anos sob a iniciativa do ex-Presidente da Câmara de Paris, Bertrand Delanöe, o Carnaval Tropical de Paris é um espetàculo garantido nas ruas da capital com um percurso que começa de Bastille  até a Porte Dorée, em que tomam parte vàrias comunidades de Paris principalmente os Antilhanos e Guianenses.
Como é òbvio a influência do Samba do Brasil é indispensàvel e esteve sempre presente.
A nova recém-nomeada presidente da Câmara de Paris, Anne Hidalgo, prometeu e garantiu continuar com a iniciativa do seu predecessor, e mesmo de amelhorar a organização da mesma através das experiências ganhas dos anos passados.

mardi 15 juillet 2014

FRANTZ FANON, um homem sempre presente



"CADA VEZ QUE UM HOMEM FEZ TRIUNFAR A DIGNIDADE DO ESPÌRITO, CADA VEZ QUE UM HOMEM DIZ NÃO À TENTATIVA DE SUBJUGAçÃO DE SEU SEMELHANTE, SENTI-ME SEMPRE SOLIDÀRIO DO SEU ACTO".
FRANTZ FANON  -  Passagem de: *Pele Negra, Mascaras Brancas*


FRANTZ  FANON, nasceu em 1925 na Ilha da Martinica (das Antilhas francesas), morreu em 1961 em Maryland (Estados Unidos).
Formou em medicina na cidade de Lyon (Franca, especializou em psiquiatria), pensador, activista respeitado e principalmente militante anti-colonial do primeiro plano. FRANTZ  FANON, foi um dos dinamizadores da corrente terceiro-mundistas. Publicou importantes estudos sobre a psicologia dos "colonos", também dos "colonizados" suas consequências e sequelas duradouras.

mardi 8 juillet 2014

FALECEU ONTEM ALFREDO DI STEFANO... UM LEGENDA DO FUTEBOL


ALFREDO DI STEFANO a legenda e um dos gigantes do futebol mundial do século XX faleceu ontem aos 88 anos de idade, em Madrid, vìtima de uma crise cardìaca e respiratòria depois de passar alguns dias em coma.
Este célebre jogador hispano-argentino nasceu em Argentina em 1926, à Buenos Aires, e naturalizou-se espanhol em 1956. Futebolista de envergadura, iluminou o futebol mundial nas décadas de 60 junto com EUSÈBIO e PELÈ.
Foi um dos mais famosos jogadores de Real Madrid  de 1953 à 1964, onde foi nomeado mais tarde Presidente de honra desta equipa.
Mas a brilhante presença do DI STEFANO e a do PUSKÀS no Real Madrid não puderam evitar a grande derrota desta equipa frente ao grande BENFICA do EUSÈBIO no seu firmamento marcando dois golos numa noite de 1962 para o tìtulo de Campeão Europeu dos Clubs, com a conta de 5-3 à favor do BENFICA... Velhos tempos.
Convém frisar que ganhou “Bola de Ouro” duas vezes, e vàrios tìtulos nacionais e internacionais como jogador e treinador de clubes, não sò em Espanha como em Argentina. DI STEFANO jogou primeiro para a selecção nacional de Argentina em 1947, e depois da Espanha de 1957 à 1961.

mercredi 2 juillet 2014

NICOLAS SARKOZY, o ex-presidente da França na rede da justiça

Quando a justiça dum paìs funciona, mesmo nos casos “sui generis”, de uma maneira igual para todos os cidadões seja quais forem os seus estatutos sociais, a democracia sorri.
O ex-presidente da Repùblica francesa, de 2007 à 2012, foi detido ontem durante quinze horas no local do “Ofìcio Central de Luta Contra a Corrupção as Infracções Financeiras e Fiscais” da Polìcia Judiciària, para onde foi convocado para responder as questões desta instituição da justiça no quadro de um inquérito sobre “tràfico de influência, violação do segredo de instrução sob a tutela do Tribunal, e corrupção activa”.
Depois do interrogatòrio foi conduzido em seguida para o Polo Financeiro do Tribunal de Grande Instância de Paris diante de dois Juìzes para lhe ser dado o conhecimento dos delitos supracitados em que se suspeita estar implicado. Para além do ex-presidente francês foram também detidos algumas horas antes e apresentado aos Juìzes, o seu advogado, e dois altos magistrados do Supremo Tribunal de Paris (Procuradores da repùblica). Estes dois altos magistrados, da secção Criminal da Alta Jurisdição, são supeitos de ceder à corrupção e de fornecer informações sobre a instrução do dossier ao advogado do ex-presidente.
È a primeira vez que um ex-presidente da repùblica em França é detido por suspeita de corrupção activa. Talvez caso sem precedente em Europa.
Nicolas Sarkozy que como é òbvio, não usufrui de imunidade presidencial, pode ser convocado a qualquer momento pela justiça.
Perdeu a eleição presidencial para o segundo quinquénio em 2012 à favor de François Hollande, é previsto para concorrer de novo para a chefia do seu partido e candidatar outra vez para a eleição presidencial em 2017. Mas o seu regresso à cena polìtica parece comprometido!
A investigação do seu caso hà muito tempo que estava em marcha, sendo que a sua linha telefònica foi mesma posta sob escuta para se chegar até a sua incriminação de ontem pelos Juìzes, junto com o seu advogado e os dois altos magistrados (corrompidos?) do Tribunal de Paris.
O dossier do ex-presidente francês é pesado se os crimes forem confirmados. Para além dos casos delituosos supracitados, uma outra investigação està em curso concernente à sua campanha presidencial de 2007 em que ele ganhou, do qual suspeita-se ainda que uma grande parte de sua campanha foi financiado pelo deposto, e assassinado, colonel Mouammar Kadhafi ex-presidente da Lìbia.
O destino tem a sua ironia, como é òbvio, a França sob a presidência de Nicolas Sarkozy é o ùnico paìs europeu que mais engajou politico-militarmente aos lados dos rebeldes para derrubar o colonel Kadhafi. Este na altura ameaçou, pùblicamente na televisão, fazer “revelações” embaraçantes respeitante ao presidente francês. Mas não chegou de comprovar a sua ameaça, mas o inquérito da justiça francesa segue o seu curso.
Caso bicudo... Interessante a seguir.